Notícia

CB Paranaense promove movimento de oração “É Tempo de Clamar!”

Vivemos tempos desafiadores na Igreja Batista brasileira. Segundo informação da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) - “pela primeira vez desde o início da pandemia, verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais” (https:// portal.fiocruz.br/noticia/covid-19-nota-tecnica-aponta-agravamento-da- -pandemia - 03/03/2021 - Por: Regina Castro (CCS/Fiocruz).

 

Igrejas, pastores e suas famílias têm sido afetados diretamente por esta situação. Diante disso, resolvemos aqui no Paraná criar um movimento de oração chamado Tempo de Clamar. Este projeto é coordenado pela Convenção Batista Paranaense e pelo Programa de Apoio Pastoral (PAP), da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil - Seção Paraná.

 

No dia 05 de março realizamos um movimento de 10 horas de oração, na plataforma Zoom, onde os participantes acessavam e faziam seus pedidos de oração, que eram distribuídos por um facilitador, que coordenava um período de 30 minutos de clamor, realizando o período total das 10 horas, ou seja, tivemos 20 facilitadores diferentes neste movimento abençoador e unificador das Igrejas Batistas do nosso estado. Contamos com a participação de aproximadamente 400 pessoas, que acessaram e ficavam conectadas o tempo que desejavam. A cada 30 minutos havia uma renovação de pessoas que conectavam e outras que desconectavam por compromissos pessoais.

 

No próximo dia 09 de abril acontecerá o segundo movimento, desta vez exclusivo para esposas de pastores, que terão a oportunidade de compartilhar seus pedidos de oração, suas lutas e também as vitórias alcançadas neste tempo tão desafiador. Temos, ainda, o desejo de realizar um movimento com o objetivo específico de alcançar os filhos de pastores. Movimentos semelhantes a estes estão acontecendo nas associações regionais do estado.

 

Continuaremos a clamar e aguardar as respostas do Senhor, como nos afirma o texto bíblico de Jeremias 33.3: “Clama a mim, e responder-te-ei...” É tempo de clamar pela vida dos pastores, por suas famílias, por seus ministérios, pelos membros das Igrejas e suas respectivas famílias que sofrem com a perda de entes queridos, com a perda de seus empregos, redução da renda familiar e, também, com as incertezas impostas pela crise sanitária que assola o planeta.

 

Rodrigues Lopes da Silva pastor - coordenador de Desenvolvimento de Igrejas da Convenção Batista Paranaense